Cirurgia plástica após grande perda ponderal

Cirurgia plástica

A cirurgia bariátrica é o início de um longo processo de mudança que culminará em mais saúde, qualidade de vida e inclusão social. A cirurgia plástica atua nas fases mais tardias dessa caminhada permitindo restaurar a morfologia corporal, através da correção da flacidez cutânea e de áreas localizadas de acúmulo de gordura. Deve ser realizada depois da estabilização do peso, o que geralmente ocorre após 2 anos da cirurgia bariátrica.

A indicação de qualquer procedimento cirúrgico é individualizada, ou seja, nenhum é obrigatório para todos os pacientes. Existe, no entanto, um rol de cirurgias que frequentemente são necessárias após grande perda ponderal: mamoplastia, abdominoplastia, braquioplastia e a dermoilipectomia crural. Outros, como a torsoplastia (plástica do dorso), apesar de disponíveis, apresentam indicações menos frequentes. A seqüência dessas cirurgias não é predefinida e busca-se respeitar o desejo do paciente, priorizando inicialmente aquilo que incomoda mais.

Para atender às expectativas do paciente, é de extrema importância que o processo de grande perda ponderal seja multiciplinar e conte com a avaliação do cirurgião geral, nutricionista, psicólogo, endocrinologista e cirurgião plástico.